Histórias cruzadas

Adorei, filme simples, mas inteligente, emocionante. Fala sobre um assunto pesado que é o racismo e principalmente os tratos entre funcionários e patrões. O diretor Tate Taylor consegue captar todos os sentidos da história sem criar um ambiente pesado, ou obscuro.

O filme passa no Mississipi dos anos 1960, focando na vida de Skeeter (Emma Stone), uma garota da alta sociedade sulista que volta da universidade determinada a se tornar escritora, mas transforma sua vida e todos a seu redor quando resolve entrevistar as mulheres negras que passaram toda a sua existência cuidando das ricas famílias sulistas.

A garota conta com o auxílio de Aibileen (Viola Davis), uma das empregadas domésticas da comunidade. Apesar de muitos amigos, familiares e até namorado se voltarem contra ela, Skeeter continua em seu objetivo, ouvindo histórias “cabeludas” e tristes da vida de Aibileen e mais muitas domésticas que resolvem ajudar!

Nono Dígito

Muitos posts para um dia só?

Mas é que essa dica eu não podia deixar passar, se não você vai atualizar seus contatos um por um no celular e eu vou me sentir culpada.

Como todos sabem desde ontem os celulares de São Paulo ganharam um dígito a mais. Sim, porque afinal, tem muita gente comprando celular e poucas combinações para isso.

Para não precisar atualizar celular por celular, rever aqueles nomes que você não lembra em qual night anotou e perder horas importantes da sua vida, em que você poderia estar vendo a Nina castigar a Carminha pela centésima vez. Baixe o aplicativo “Nonodigito”, funciona tanto para Android, quanto para Iphone. É rápido, indolor e vai colocar um 9 na frente de todos seus contatos de celulares de SP.

The Black Keys – Tighten Up

Meu amigo Fubeca dá a dica, eu corro para ouvir! A última foi: “Tata lembrei de uma banda que talvez você vai gostar, chama The Black Keys”.

Ok, lá vou eu, procuro a banda no youtube e clico no segundo ou terceiro link que aparece (tenho preconceito de clicar no primeiro).. a música se chama “Tighten Up” e para minha incrível surpresa, além do som ser delicioso, o clip é um dos melhores dos últimos tempos! Criativo, fofo, original e engraçado!

Aperta o play!!

Mercado Financeiro no cinema

Sábado a noite, o sofá parece melhor que qualquer restaurante lotado, os dois tapeando algo legal na TV, nada de bom no Telecine, muito menos na HBO, penso novamente que deveria ter comprado uma apple tv… e finalmente resolvo ver o que tem nesse Net Now.

Descubro o documentário “A Ascensão do dinheiro” de Niall Ferguson, sobre a história do mercado financeiro e de graça? É esse mesmo! Começamos a assistir, o começo meio parado, bem básico da história da moeda nos tempos antigos e então o filme vai chegando mais perto dos dias atuais, começa a falar da crise de 2008 e……acaba!

Obrigada Net, muito obrigada, por disponibilizar apenas o primeiro episódio de quatro!

Enfim, o documentário parece ser bem legal (estou tentando descobrir como ver completo) e me fez pensar em todos filmes que tem como tema focal o mercado financeiro! Pós crise 2008 essa safra ficou melhor ainda! Segue a lista dos meus preferidos:

1. Inside Job (Trabalho Interno) – Um documentário sobre a crise, apontando claramente os culpados. Questionando e colocando os entrevistados (figuras poderosas de Wall Street) em situações embaraçosas. Ganhador do Oscar de Melhor Documentário, é ótimo, dinâmico, claro e muito esclarecedor.

2. Margin Call (O dia antes do fim) – Quando um analista da área de risco descobre que a volatilidade do banco foi extrapolada há algumas semanas, o banco fica prestes a falir e inicia-se então uma série de reuniões de emergências e planos obscuros para salvá-lo. Uma abordagem mais fictícia da crise, porém ágil e intrigante.

3. Too big to Fail (Grande demais para quebrar) –  Apesar de querer parecer um documentário, é um filme mesmo, porém denso e com muita informação. Para você se situar, a expressão vem do fato que muitos diziam que o banco Lehman Brothers era “grande demais para quebrar”, mas numa decisão não prevista por muitos, o governo americano se recusou a ajuda-los e o banco quebrou. O filme mostra bem esse dilema por parte do secretário do tesouro americano e a angústia do presidente do Lehman Brothers. Ah vale dizer que o Ben Bernanke (presidente do FED) é interpretado pelo meu amado Paul Giamatti.

4. American Psycho (Psicopata Americano) – Ok, é diferente dos filmes citados acima e o mercado financeiro é mais um pano de fundo, mas é muito bom também, mostra de forma escrachada e irônica a ambição dos investidores de Wall Street. Ambição a qual, se materializa em um jovem, ambicioso e materialista, que se torna um serial killer, matando violentamente aqueles que possuem algo melhor que ele. Como a inesquecível cena do cartão de visita melhor que o do assassino e que incita mais ainda seu ódio e desejo de matar. Christian Bale, sim o mesmo do Batman, como protagonista!

5. Wall Street – O mais clássico de todos, traz Michael Douglas como o bilionário “Gordon Gekko”, que apesar de inescrepuloso, desperta o interesse do jovem e ambicioso Bud Fox, interpretado por Charlie Sheen. O filme é de 1987 e apesar de ser bem fictício, continua com a temática atualizada e frases famosas que resistem até hoje, “If you want a friend, buy a dog!”

E vocês? Têm mais dicas?

A cesta orgânica

Eis que um domingo a toa eu descubro o blog (já aviso antes de clicar que é altamente viciante) http://www.lacucinetta.com.br. Nele você verá através de uma escrita envolvente, muitas, mas muitas receitas incríveis e feitas praticamente 100% de produtos naturais, não industrializados.

Ok, nessa hora todos pensam “ai Tata, receita de salada, jura?” Não! Estou falando de biscoitos recheados, risotto de quinua com catupiry, maionese caseira, torta de salmão e sim, algumas saladinhas irresistíveis.

Bom, falei isso para explicar como cheguei no título desse post. No blog a Ana comenta sobre sua cesta orgânica, eu experimentei e é bem legal. Através do site http://www.alimentosustentavel.com.br/ você pode fazer sua “feira” pela internet, encomendando somente produtos orgânicos, sem agrotóxicos e oriundos de pequenos produtores.

Para o meu endereço eles não cobraram frete, chegou na data certa (eu pedi na quarta e chegou sexta) e o valor mínimo para encomendar foi de R$ 40. Os preços são os mesmos de produtos orgânicos no mercado.

Espero que gostem da dica!

 

El Tranvía

Já falei que adoro meu bairro e principalmente poder fazer muita coisa a pé por aqui. Mais um lugar que entra para essa lista é o restaurante Uruguaio El Tranvía.

Começou com uma porta, bem apertadinho, hoje o espaço está maior e os pratos continuam gostosos. Além dos tradicionais assados de carnes argentinos/ uruguaios, recomendo o tomate caqui temperado supersize (adoro) e de sobremesa: panqueca de doce de leite!

O ambiente é agradável, mas se prepare para filas de espera no final de semana!

El Tranvía – Rua Conselheiro Brotero, 903.

Álbum novo Cat Power

Chan Marshall, conhecida como Cat Power (adoro), lança seu novo Cd em setembro, o “Sun”.

Seu último lançamento, foi o “Jukebox”, em 2008, um álbum só de covers.

De volta após terminar com seu noivo, Giovanni Ribisi, e agora com os cabelos curtos, ela explica: “Eu cortei meu cabelo três dias Após (terminar a relação), peguei um avião para a França e terminei essa merda (o álbum)”

Duas faixas foram liberadas e são ótimas, Cherokee já não sai do Ipod.

Cherokee – Clique aqui para ouvir

Ruin – Clique aqui para ouvir