Especial: Dia dos Namorados

Apesar de saber que hoje deve estar todo mundo em clima de copa do mundo, vou aproveitar o dia dos namorados para fazer um post bem romântico e cheio de dicas para quem vai comemorar a data no final de semana.

Abaixo uma seleção especial e muito completa com os filmes mais românticos, as músicas que nos fazem suspirar e uma seleção de restaurantes para curtir a dois.

filmes

1. Harry e Sally – Esse já é antigo, mas acho que muitos se identificam com a história, amigos que após anos percebem que estão apaixonados… filme leve e divertido.

2. P.S: I love you – Gerard Butler e infinitas declarações de amor, não tem como dar errado. Filme lindo lindo lindo.

3. A minha versão do amor – Prepara o lencinho, divorciado, Barney reve sua vida até aquele momento e percebe que muita coisa poderia ser diferente… romântico e triste.

4. De repente é amor – Esse está na categoria “Já sei as falas de cor e salteado”, uma comédia romântica leve, sobre um casal que vive se reencontrando por acaso ao longo dos anos, até que percebem que não querem mais apenas se reencontrar.

5. Questão de tempo – Filme novo, assisti semana passada na Apple TV, Tim descobre que tem o poder de viajar no tempo e decide usá-lo para arrumar uma namorada. Adorei, sem choradeira, cheio de risadas e cenas “fofas”.

6. O Amor não tira férias – Mais um da categoria “Já sei as falas de cor e salteado”. Sério, esse filme é muito bom, não canso de assistir. Qual mulher não gostaria de trocar de casa com alguma inglesa e ser recebida pelo Jude Law?

7. Antes do amanhecer – Jesse e Celine se conhecem em um trem e têm apenas uma noite juntos, pois no dia seguinte pela manhã ele voltará aos EUA. Diálogos ótimos, cenário lindo de Viena e as sequências do filme: Antes do por do sol e Antes da meia noite nos mostram o que afinal aconteceu com esse casal. O legal é que os filmes foram feitos com intervalos de quase 10 anos entre eles, então você realmente vê o casal amadurecendo.

8. Brilho eterno de uma mente sem lembranças – E se você pudesse fazer um procedimento que apagasse aquela pessoa que tanto te magoou da memória? Mas com isso fosse todas as memórias boas também?

9. As pontes de Madison – Esse filme para mim é um exemplo bom que o seu momento da vida define como será sua opinião sobre a história. Tem vezes que assisti e pensei “sai logo desse carro e vai atrás do seu amor” e vezes que: “coitado do marido, ele não merece isso, essa mulher é egoísta” risos….. quem assistiu vai entender, é um clássico!

musicas

1. Eric Clapton – Change the world

2. Norah Jones – Come away with me

3. Cat Power – Sea of love

4. Etta James – At last

5. Nina Simone – Try a little tenderness

6. Michael Buble – Always on my mind

7. Beatles – In my life

8. Los Hermanos – Último romance

9. Paralamas e Marisa Monte – O amor não sabe esperar

10. Frank Sinatra – Fly me to the moon

restaurantes

1. Ruella Bistro – Localizado em uma ruela linda, com uma decoração de encher os olhos e cardápio bem variado, para agradar gregos e troianos. Rua Vupabussu, 199.

2. Due Cuochi – Comida italiana impecável e vista para a cidade de São Paulo no topo do shopping Cidade Jardim. Tem 2: Shopping Cidade Jardim ou R. Manoel Guedes, 103.

3. Marcelino Pan y Vino – No coração da Vila Madalena, ambiente mais descontraído, cardápio de petiscos, sanduíches especiais e comidinhas para acompanhar um bom vinho. Rua Girassol, 451 – Vila Madalena.

4. Ciao Vino i Birra – Comidinhas gostosas e muitas cervejas gourmets. Rua Tutóia, 451 – Paraíso.

5. La Tartine – Francês “BBB”: bom bonito e barato! Rua Fernando de Albuquerque, 267 – Consolação.

6. De La Paix – Acabo escolhendo o De La Paix mais pela proximidade, a cozinha mistura pratos marroquinos e franceses, vale reservar uma mesa dentro da adega! Rua Tupi, 844.

E vocês? Têm sugestões que gostariam de ter visto aqui?

Feliz dia dos namorados!!!

 

Soundtrack: Trapaça

Se tem duas coisas que eu adoro e não me canso de ir atrás, são elas: música e cinema. Tenho inúmeras playlists de filmes, novos e antigos. Por isso, decidi começar essa tag aqui no blog: “Soundtrack”, nela vou poder dividir com vocês minhas trilhas sonoras preferidas.

Algumas vezes o filme nem é tão bom assim, mas a música me conquista. É o caso do filme de hoje! Vou começar com o filme Trapaça (American Hustle, 2013) de David O. Russel (diretor dos ótimos: O Vencedor e O Lado Bom da Vida).

americanhustle

Apesar de não ter achado a história envolvente e empolgante, não tem como negar que o elenco e os figurinos do filme estão incríveis. A trilha sonora é ótima, combina clássicos do rock, com uma pitada de jazz e alguns ritmos envolvente das décadas de 60 e 70, a trilha me conquistou e não sai da minha playlist.

Abaixo alguma das minhas preferidas e no final a trilha completa!

Good Times Bad Times – Led Zeppelin (não tem como ouvir essa música pela manhã e não se sentir feliz)

Goodbye Yellow Brick Road – Elton John (linda, linda, linda)

Don’t leave me this way – Harol Melvin & The Blue Notes (alto astral total)

Live and let die – Paul mcCartney and Wings (um clássico…)

Como não amar Christian Bale e suas mil faces…

christianbale_atrapaça

 

 

Agora a lista completa:

  1. Jeep’s Blues
    Duke Ellington
  2. A Horse With No Name
    America
  3. Dirty Work
    Steely Dan
  4. Does Anybody Really Know What Time It Is
    Chicago
  5. Blue Moon
    Oscar Peterson
  6. I’ve Got Your Number
    Jack Jones
  7. Live to Live
    Christopher Stills
  8. La chatte à la Satie
    Piero Piccioni
  9. The Coffee Song (They’ve Got An Awful Lot of Coffee In Brazil)
    Frank Sinatra
  10. Straight, No Chaser
    Thelonious Monk
  11. Stream of Stars
    Jeff Lynne
  12. It’s De-Lovely
    Ella Fitzgerald
  13. I Saw the Light
    Todd Rundgren
  14. I Feel Love
    Donna Summer
  15. Don’t Leave Me This Way
    Harold Melvin & The Blue Notes
  16. Delilah
    Tom Jones
  17. I Was Born To Love You
    Letra por Booker T. Jones, David Porter & Shirley Walton
  18. 10538 Overture
    Letra e Produção por Jeff Lynne
    Interpretada por Electric Light Orchestra (ELO)
  19. Goodbye Yellow Brick Road
    Elton John
  20. Papa Was A Rollin’ Stone
    The Temptations
  21. Evil Ways
    Santana
  22. The Evening News
    John Ross
  23. White Rabbit
    Mayssa Karaa
  24. How Can You Mend A Broken Heart
    Bee Gees
  25. To The Station
    Evan Lurie
  26. Live and Let Die
    Wings
  27. Long Black Road
    Jeff Lynne
  28. The Jean Genie
    David Bowie
  29. 10538 Overture
    Jeff Lynne
  30. Clair de lune
    Jeff Lynne
  31. Good Times, Bad Times
    Led Zeppelin

Quem tiver sugestões de filme que quer saber mais sobre as músicas, é só pedir!

P.S: Como falei há alguns dias do Rdio, nesse aplicativo é possível digitar o nome do filme em playlists, que no mesmo momento ele traz todas músicas disponíveis.

Alabama Monroe

alabama_monroe-cartel-5366

Filme lindo, retrata um casal cheio de diferenças, ela é dona de uma loja de tatuagem, tem uma cruz tatuada no pescoço e mantém os dois pés firmes no chão. Ele toca banjo em uma banda e é ao mesmo tempo um ateu convicto e um romântico incorrigível.  Eles se apaixonam e enfrentam sua primeira crise ao descobrir que a filha de 6 anos tem uma doença muito grave.

Com uma trilha sonora ótima de bluegrass (estilo tradicional e popular norte-americano que tem suas origens no country) durante todo o filme, a história nos faz perceber como cada pessoa lida com seus problemas de maneira diferente e que por mais que exista amor, ás vezes simplesmente não conseguimos ajudar ou superar um problema em casal.

Outro ponto que me fez refletir bastante é sobre como é difícil você não ter uma religião quando as coisas ficam complicadas. Não ter no que acreditar, não ter pra quem pedir ajuda, é como se não houvesse conforto em nada.

O filme concorreu ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2014, recomendo assistir com um lencinho porque é bem emocionante.

Ah e pra quem se interessar pela trilha sonora bem country americana, segue uma delas:

 

Sunset Limited

Filme de muita conversa, debate, um pouco de fanatismo religioso, mas daqueles que faz você parar pensar, rever algumas crenças e aspirações. Além de duas atuações ótimas, com uma prosa bem teatral que eu adoro!

O professor White (Tommy Lee Jones), ateu, está prestes a se suicidar no trem (Sunset Limited), quando o evangélico e ex-condenado Black (Samuel L Jackson) o salva. Os dois vão para o apartamento de Black, que se recusa a deixar White sair. Começa então um intenso debate sobre experiências de vida, expectativas, religião…

Gostei do filme, recomendo, mas já aviso, zero ação e muito papo cabeça. O filme todo se desenvolve dentro do apartamento!

Para ver todas as dicas de filmes, clique aqui.

Medianeras

20120829-085407.jpg

Finalmente assisti ao Medianeras – Buenos Aires na era do amor virtual, filme argentino, lindo, rico em detalhes e com um enredo muito atual.(super atrasado esse post, mas não resisti)

Os dois personagens centrais, Martin, um webdesigner e Mariana, uma arquiteta que decora vitrines, são solitários, moram próximos, cada um em seu minúsculo apartamento. E não se conhecem.

A solidão deles não é opcional e sim um reflexo de como as relações nas grandes cidades se tornaram frias e superficiais.

As fobias de Martin são associadas à confusa arquitetura de Buenos Aires e o filme muda de perspectiva a partir do momento que os personagens principais abrem uma nova janela na medianera de seus apartamentos.

Não é um filme rápido, com ação, mas é repleto de diálogos e narrações interessantes e muitos detalhes e associações legais. Minha cara, adorei!

20120829-085733.jpg

Sete dias com Marylin

20120822-075804.jpg

Assisti ao filme da Marylin esses dias. É um filme bem bom, porém é um assunto que não conheço muito.

A Michelle Williams está incrível no papel de Marylin, as locações das filmagens são bonitas e os figurinos lindos. No decorrer fica claro o poder e sensualidade que ela tinha, concorrendo ao mesmo tempo com um lado bem ingênuo e sofrido.

A história mostra um lado mais dark da Marylin, de ser sempre o centro das atenções, viver a base de comprimidos, precisar ser bajulada e ter ataques freqüentes de estrelismos. Eu que não conheço detalhes sobre sua história achei ela chatinha (fãs de Marylin, não me matem, por favor).

De qualquer forma, não dá para negar que ela foi o maior ícone do cinema e sempre linda!

Doodle de hoje: Julia Child

Sabe quando o Google muda o logo para homenagear alguém, algo ou alguma data especial? Isso se chama Doodle.

Enfim, o doodle de hoje é em homenagem a Julia Child, que hoje faria 100 anos. Ela era aquela mulher alta, cozinheira de mão cheia, bem-humorada, que ficou famosa por apresentar um programa de culinária nos EUA. Julia faleceu aos 92 anos.

Anthony Bourdain (chef famosíssimo do No Reservations) disse: “Julia Child foi a figura mais importante, influente e com poder de mudança da história da gastronomia americana. Tudo se volta para ela”. 

A principal característica na história dela, é que era bem atrapalhada, não levava jeito para a cozinha, mas com dedicação e amor àquilo que faz, conseguiu reverter essa situação e faz questão de mostrar que qualquer um pode sim ter o dom para cozinha, não é um dom divino.

Julie & Julia

O filme Julie & Julia conta a história de uma garota, que resolve fazer um blog, e testar todas as receitas do livro “Mastering the art of french cooking” de Julia Child. O filme mescla cenas atuais, com todas as dificuldades para a blogueira e cenas que remetem ao passado, com a verdadeira história de Julia, como começou a cozinhar, escrevendo o livro… ela é interpretada por Meryl Streep.

Esse filme é muito legal. Eu já vi umas três vezes..Por isso, fiquei tão feliz com o doodle de hoje!