Especial: Dia dos Namorados

Apesar de saber que hoje deve estar todo mundo em clima de copa do mundo, vou aproveitar o dia dos namorados para fazer um post bem romântico e cheio de dicas para quem vai comemorar a data no final de semana.

Abaixo uma seleção especial e muito completa com os filmes mais românticos, as músicas que nos fazem suspirar e uma seleção de restaurantes para curtir a dois.

filmes

1. Harry e Sally – Esse já é antigo, mas acho que muitos se identificam com a história, amigos que após anos percebem que estão apaixonados… filme leve e divertido.

2. P.S: I love you – Gerard Butler e infinitas declarações de amor, não tem como dar errado. Filme lindo lindo lindo.

3. A minha versão do amor – Prepara o lencinho, divorciado, Barney reve sua vida até aquele momento e percebe que muita coisa poderia ser diferente… romântico e triste.

4. De repente é amor – Esse está na categoria “Já sei as falas de cor e salteado”, uma comédia romântica leve, sobre um casal que vive se reencontrando por acaso ao longo dos anos, até que percebem que não querem mais apenas se reencontrar.

5. Questão de tempo – Filme novo, assisti semana passada na Apple TV, Tim descobre que tem o poder de viajar no tempo e decide usá-lo para arrumar uma namorada. Adorei, sem choradeira, cheio de risadas e cenas “fofas”.

6. O Amor não tira férias – Mais um da categoria “Já sei as falas de cor e salteado”. Sério, esse filme é muito bom, não canso de assistir. Qual mulher não gostaria de trocar de casa com alguma inglesa e ser recebida pelo Jude Law?

7. Antes do amanhecer – Jesse e Celine se conhecem em um trem e têm apenas uma noite juntos, pois no dia seguinte pela manhã ele voltará aos EUA. Diálogos ótimos, cenário lindo de Viena e as sequências do filme: Antes do por do sol e Antes da meia noite nos mostram o que afinal aconteceu com esse casal. O legal é que os filmes foram feitos com intervalos de quase 10 anos entre eles, então você realmente vê o casal amadurecendo.

8. Brilho eterno de uma mente sem lembranças – E se você pudesse fazer um procedimento que apagasse aquela pessoa que tanto te magoou da memória? Mas com isso fosse todas as memórias boas também?

9. As pontes de Madison – Esse filme para mim é um exemplo bom que o seu momento da vida define como será sua opinião sobre a história. Tem vezes que assisti e pensei “sai logo desse carro e vai atrás do seu amor” e vezes que: “coitado do marido, ele não merece isso, essa mulher é egoísta” risos….. quem assistiu vai entender, é um clássico!

musicas

1. Eric Clapton – Change the world

2. Norah Jones – Come away with me

3. Cat Power – Sea of love

4. Etta James – At last

5. Nina Simone – Try a little tenderness

6. Michael Buble – Always on my mind

7. Beatles – In my life

8. Los Hermanos – Último romance

9. Paralamas e Marisa Monte – O amor não sabe esperar

10. Frank Sinatra – Fly me to the moon

restaurantes

1. Ruella Bistro – Localizado em uma ruela linda, com uma decoração de encher os olhos e cardápio bem variado, para agradar gregos e troianos. Rua Vupabussu, 199.

2. Due Cuochi – Comida italiana impecável e vista para a cidade de São Paulo no topo do shopping Cidade Jardim. Tem 2: Shopping Cidade Jardim ou R. Manoel Guedes, 103.

3. Marcelino Pan y Vino – No coração da Vila Madalena, ambiente mais descontraído, cardápio de petiscos, sanduíches especiais e comidinhas para acompanhar um bom vinho. Rua Girassol, 451 – Vila Madalena.

4. Ciao Vino i Birra – Comidinhas gostosas e muitas cervejas gourmets. Rua Tutóia, 451 – Paraíso.

5. La Tartine – Francês “BBB”: bom bonito e barato! Rua Fernando de Albuquerque, 267 – Consolação.

6. De La Paix – Acabo escolhendo o De La Paix mais pela proximidade, a cozinha mistura pratos marroquinos e franceses, vale reservar uma mesa dentro da adega! Rua Tupi, 844.

E vocês? Têm sugestões que gostariam de ter visto aqui?

Feliz dia dos namorados!!!

 

No Sushi No Sashimi

Recentemente experimentei dois restaurantes japoneses em São Paulo bem diferentes dos que estou acostumada. Neles são servidos pratos bem tradicionais da culinária japonesa, sem sushi e sem sashimi.

Ou seja, tudo que você conhece de restaurante japonês vindo de rodízios, temakerias e sushis bar, esqueça. Aqui os pratos são quentes, feitos em sua maioria com lombo, barriga de porco e língua.

Bueno

O idealizador do Bueno é um ex-lutador de sumô, que trouxe para o restaurante seus pratos preferidos do período em que morou no Japão.

Apesar da lógica comum nos levar a pensar em pratos hiper calóricos, os pratos são feitos com caldo e pedaços de carne de porco ou frango, verdura, tofu (queijo de soja oriental), cebola, nirá (delicada verdura japonesa), alga e cogumelos orientais como shimeji e shiitake. Alguns levam misso (pasta oriental de soja) no caldo, outros não.

Após conhecer o restaurante, já retornamos outras vezes e viramos fã. Os meus preferidos são: o buta no kakuni teishoku uma panceta cozida por horas num molho de shoyu e açúcar, muito macia, não precisa nem de talher para cortar, só o hashi é suficiente, o Ishiyaki bibimbap, que é um arroz coreano com carne e legumes feito em uma panela de ferro super quente na sua frente e a barriga de porco a milanesa é de matar, muito, muito macia, saborosa, bem temperada, poderia ficar um parágrafo inteiro elogiando-a.

bueno

Bueno – Alameda Santos, 835

Pub Kei

O Pub Kei fica na Av. Paulista, dentro do Top Center, a noite além dos deliciosos pratos, também tem karaokê para os mais animados.

Os pratos são bem parecidos com os do Bueno, porém há também a opção de Sushis e Sashimis. Fomos de Lamen (macarrão lamen com fatias de lombo, komaboko e algas, servidos com caldo de frango) e Katsudon (filé de lombo a milanesa cozido em molho shoyu levemente adocicado). Ambos muito bons, mas se for para escolher um só, ainda fico com meu querido Bueno.

Pub Kei – Av. Paulista, 854 – Piso Bela Vista

pubkei2

pubkei

 

Tasca do Zé e da Maria

Sexta fomos jantar no Tasca do Ze e da Maria. O Tasca é um restaurante português, aberto por um ex-funcionário do Antiquarius, o Zé Maria.

O lugar é pequeno, porém muito aconchegante. O serviço é nota mil (sem exagero), toda hora vinham nos perguntar se estava tudo bem, a taça não esvaziava nunca e tudo que sugeriram estava ótimo.

O couvert tem mini bolinhos de bacalhau, croquete, pão quentinho e lulas fritas. Pedimos uma porção de alheira de entrada e prato principal, acatamos a sugestão do chef e pedimos a lagosta.

suspiro..

Ah a lagosta.. estava deliciosa, com um molho delicioso e acompanhada de risotto e batata assada com alecrim.

A sobremesa vem em uma bandeja para você escolher e não dá para recusar, tudo bem português: arroz-doce, pasteis de belem… escolhi o sericáia, tipo um pudim, mas bem doce, do jeito que eu gosto.

Não bastasse toda comilança, o café vem com mini queijadinhas para acompanhar..

Foto tosca com o celular!

Com certeza voltaremos!

Tasca do Zé e da Maria – Rua Pinheiros, 343

Lupercio

Sexta fomos com um grupo de amigos ao Lupercio, restaurante novo no Jardins. Ambiente bonito, adorei o teto inteiro de rolhas, com bastante varanda, em uma esquina bem calma e comida boa!

De entrada uma tábua de frios que não agradou muito e acabou sobrando, mas para o prato principal eu pedi um risotto de parmesão, pinole e pesto que estava uma delícia, arroz no ponto e molho muito criativo, todos adoraram seus pratos. De sobremesa um Mil folhas de limão siciliano nota 10. As fotos ficaram estranhas, o flash do Iphone é 8 ou 80…

Gostei bastante do lugar, (aliás até incluí ele nesse post sobre lugares em SP que têm espaço para fumantes), do serviço, dos pratos, mas sinceramente, achei o preço um pouco salgado, o que não deixa de ser comum em Sampa ultimamente né? Está difícil achar um restaurante legal com preço justo.

Lupercio – Al. Ministro Rocha Azevedo, 1.373

 

EAT Empório

Sábado conhecemos o EAT. Uma mistura de restaurante/ mercado/ padaria/ livraria/ sorveteria/ wine and beer bar/ loja de panela/ casa da mãe joana/ etc…

Brincadeiras a parte, realmente o local funciona com um pouco de tudo, dentro de uma arquitetura moderna, arejada e com bastante luz natural. Almoçamos por lá, de entrada uma burrata com molho pesto, nota 10 e prato principal um risotto delicioso de pupunha e presunto parma, apesar dos pratos estarem ótimos, o serviço ainda é um pouco atrapalhado, talvez pelo fato da casa ser nova.

Após o almoço um passeio pelo mercadinho de produtos orgânicos e importados, uma olhadela nos vinhos e cervejas de diferentes marcas e um delicioso sorvete Vipiteno no balcão da frente para finalizar o sábado ensolarado.

Tem bastante coisa para ver, ambiente muito agradável, vale a visita! Ah e fica em frente a Shoestock, lugar propicio para passar uma tarde entre amigas!

Um lugar ao sol: fumantes

Apesar da lei anti-fumo, ainda há lugares em SP que os fumantes podem comer e beber sem precisar levantar, se optarem por uma mesa na varanda, ou na calçada!

Segue a lista de bares e restaurantes:

  • Bar do Arnesto – Bar-boteco do Itaim, aos sábados tem feijoada com grupo de samba, famoso pelo extenso e variado cardápio de cachaças. http://bardoarnesto.com.br/
  • Bistrô Charlô – Como muitos bistrôs de SP, aumentou seu cardápio e serve pratos variados, além de alguns tradicionais franceses, fica na Rua Barão de Capanema.  http://www.charlo.com.br/bistro.htm
  • Bar des Arts – Espaço amplo, arejado e bonito, da mesma rede dos buffets Leopolldo, serve almoço self service e jantar a la carte. http://www.bardesarts.com.br/
  • Lupercio – Restaurante lindinho no Jardins, comida ótima e muita varanda. http://luperciorestaurante.com.br/
  • Pé de Manga – Localizado na Vila Madalena, tem um pátio enorme, as mesas ficam dispostas em volta de um pé de manga, super agradável, batemos cartão lá! http://www.pedemanga.com.br/home.html
  • Pirajá – No melhor estilo bar carioca, o Pirajá é famoso pelas caipirinhas e porções, fica na Av. Brigadeiro Faria Lima. http://www.piraja.com.br/
  • Quintal – Um casarão antigo, no coração do Higienópolis, com jardim extenso e árvores centenárias. Aos finais de semana tem música ao vivo. http://quintalbarerestaurante.com.br/
  • Fidel – Restaurante com ampla e bonita varanda, possui 40 lugares para fumantes. Praça São Marcos, 825. http://www.fidel.com.br

Na foto: Jim Parsons, o famoso Sheldon Cooper!

Almoço no Due Cuochi

O Due Cuochi é um restaurante muito bem conceituado, já foi eleito quatro vezes o melhor italiano de SP pela Veja, entre outros prêmios. Ele tem duas unidades, uma no Itaim e outra no Shopping Cidade Jardim.

Já tinha ido algumas vezes, mas sempre para jantar. Hoje a “equipe” queria almoçar em um lugar diferente e escolhemos o Due Cuochi. Acabou sendo uma ótima surpresa, pois quem almoça ali no Itaim sabe que não é nada barato, principalmente se você quer algo com qualidade.

No almoço executivo o preço é fixo R$ 54 e inclui: couvert (cesta de pães quentinhos mais bruschettas), salada de entrada, o prato principal (são 4 opções fixas e 3 pratos do dia) e ainda 3 opções de sobremesa.

Eu pedi um tagliatelle com alcachofrinha fresca, shitake e camarões e de sobremesa brownie de nutella com sorvete de creme. Tudo muito bom, bem servido (até demais) e serviço nota 10. Chegamos 12h 30m e não tinha espera.

Não é barato e não costumo almoçar todos os dias assim, mas achei uma opção ótima para variar durante a semana. Ainda mais se você considerar que no jantar, somente o prato principal sai em torno de R$ 70, preço que hoje em dia é muito comum se você procura qualidade alta nos restaurantes de São Paulo.

Aliás, ele é citado em um post aqui muito divertido, que o blogueiro sugere vários lugares bem legais para almoçar e mais baratos que o Rascal.

Espero que gostem!

Due Cuochi – Rua Manuel Guedes, 93.