David Bowie no cinema

Lembram que eu falei do show do Franz Ferdinand no 16º Festival do Cultura Inglesa aqui?

Além do show, o festival vai contar também com uma mostra especial de 6 dos 15 filmes do cantor!

Quem tiver interesse, o festival começou no dia 25 de maio e vai até 30 de junho, e mostrará Bowie atuando em:

  • Fome de Viver (1983)
  • O homem que caiu na terra (1976)
  • Apenas um gigolô (1976)
  • Furyo – Em nome da honra (1983)
  • Labirinto – A magia do tempo (1986)

 

Palma de Ouro

Como o Filipe falou sobre Cannes aqui, vou fazer uma nota rápida sobre os vencedores:

Palma de Ouro – “Amour”  do austríaco Michael Haneke. (é o segundo Palma de Ouro que esse diretor recebe, o primeiro foi em 2009 com “A fita branca”)

Grande Premio – “Reality” (esse prêmio reconhece a produção que manifesta a maior originalidade ou espírito inovador)

Prêmio do Júri – “The Angel´s Share”

Melhor Atuação Masculina – “Jagten” (esse filme foi um dos mais aplaudidos durante o festival)

“On the road” do diretor brasileiro Walter Salles, não ganhou nenhum prêmio.

Filme: O Corvo 2012

Primeiro queria dizer que eu fui assistir esse filme achando que era uma biografia do escritor Edgar Allan Poe, dirigida por James McTeigue, o mesmo diretor de “V de Vingança” filme que eu gostei. Bom, não aumente suas expectativas como eu fiz.

O filme não é uma biografia do escritor e não tem nada parecido com “V de Vingança”. Realmente, antes de morrer o escritor foi encontrado vagando pelas ruas e proferindo palavras sem sentido, mas todo o resto é ficcional.

A história gira em torno de um serial killer que pratica seus crimes imitando os contos de Edgar. Então, o escritor se junta a polícia de Baltimore para ajudar a solucioná-los. As “dicas” que o assassino deixam são óbvias, os personagens são rasos e no fim quando o culpado é desvendado não tem nem uma interpretação do tipo “Porque ele fez isso?”, ele fez e pronto.

De qualquer forma, a parte boa é que citam vários contos de Edgar Allan Poe e você fica curioso por 1h e pouco para saber quem está fazendo aquilo. De resto, na minha opinião não é um bom suspense.

Prefiro assistir minha série favorita “Criminal Minds” rsrs..

 

Feliz Aniversário Cannes!

Mais um post direto da França!!

Bonjour!

O famoso festival de cinema de Cannes está sendo realizado nessa semana pelo 65º ano. Durante os dias 16 a 27 de maio filmes, artistas, diretores e curiosos desfilam pela cidade litorânea francesa.

Há duas possibilidades para aproveitar Cannes: À distância onde informações de novos e premiados filmes vão estrear e quem sabe chegar ao circuito comercial, como um bom adorador da sétima arte sempre procura ler sobre os filmes e vencedores do prêmio.

Cannes costuma premiar filmes independentes e com um lado mais humano e menos fantasioso, além de ser um festival mundial (apenas dois filmes Franceses foram vencedores nos últimos 30 anos, e um brasileiro na história “O Pagador de Promessas” (1962) de Anselmo Duarte).

Os prêmios são divididos entre a competição oficial que concorre a Palma de Ouro e outras categorias como: “um certo olhar”, fora da competição, sessões especiais e curtas. É uma divisão meio complicada mas que vale a pena checar os seus vencedores no final. Os rumores é que esse ano está acima da média em nível dos filmes, bom para nós! Estão dando destaque para os filmes:

– Moonrise Kingdom do diretor Wes Anderson (Royal Tenembaums, Viagem a Darjeeling e The Life Aquatic of Steve Zissou).

– On the Road de Walter Salles (Central do Brasil e Diários de Motocicleta)

– De Rouille et D’os do Jacques Audiard (Le prophète)

Essas são algumas dicas do que pode sair de bom após o festival, fiquem ligados. O site do festival possui informação completa sobre os filmes e participantes: www.festival-cannes.fr (traduzido em todas as línguas)

Uma segunda possibilidade é viajar até Cannes na época do festival, essa para os amantes de viagens e cinema e para os que tiverem mais tempo e dinheiro. Cannes é uma pequena cidade no Sul da França, próxima a Nice (aeroporto mais próximo). Durante o festival há cinema ao ar livre, workshops e eventos, e quem sabe uma espiadela no seu ídolo preferido.

Pelo festival a cidade encarece, o glamour do tapete vermelho toma conta do lugar, mas um cinema ao ar livre na praia foge do script. Recomendo uma viagem por todo o sul da França, ficando em Nice alguns dias dá para conhecer Monaco, St Tropez, Grasse e a própria Cannes de trem ou alugando um carro. Nessa época o tempo é muito agradável e as cidades ainda não estão tão lotadas devido ao verão!

A bientôt!

Filipe

Weekend Movies

Final de semana mais gelado em São Paulo, pede uma sessão de cinema com pipoca (amo). Hoje vou passar um pouco de frio no Jockey, no Vivo Open Air. Vamos assistir O Poderoso Chefão + Show da Tulipa Ruiz! Mas estou louca para ver Paraísos Artificiais e Conspiração Americana.

Veja abaixo os lançamentos da semana:

Anjos da Lei

Dois jovens policiais recém-saídos da academia são recrutados por uma divisão especial, responsável por infiltrar agentes entre jovens. Eles recebem a missão de voltar à escola como alunos para investigar uma nova droga que está se espalhando entre os estudantes.

Elenco: Channing Tatum, Jonah Hill, Johnny Depp, Ellie Kemper

Um homem de sorte

Sargento da Marinha dos EUA, Logan Thibault (Zac Efron) retorna de seu terceiro turno de serviço no Iraque, com o que ele acredita que salvou sua vida, uma fotografia que encontrou de uma mulher que ele nem conhece. Ao descobrir que seu nome é Beth (Taylor Schilling) e onde ela mora, o sargento aparece em sua porta e acaba por aceitar um emprego em seu canil familiar local. Apesar da desconfiança inicial de Beth e as complicações em sua vida, um romance acontece entre eles, dando a Logan a esperança de que Beth pode ser muito mais do que seu amuleto da sorte.

Paraísos Artificiais

Erika (Nathalia Dill) é uma DJ de relativo sucesso e muito amiga de Lara (Lívia de Bueno). Juntas, durante um festival onde Erika trabalhava, elas conheceram Nando (Luca Bianchi) e, juntos, vivem um momento intenso. Entretanto, logo em seguida o trio se separa. Anos depois Erika e Nando se reencontram em Amsterdã, onde se apaixonam. Só que apenas Erika se lembra do verdadeiro motivo pelo qual eles se afastaram pouco após se conhecerem, anos antes.

Conspiração Americana

Na esteira do assassinato do presidente Abraham Lincoln, sete homens e uma mulher, Mary Surrat (Robin Wright) foram presos e acusados de conspiração para matar o presidente, o vice e o secretário de Estado. Surrat, de 42 anos, era proprietária do local onde John Wilkes Booth (Toby Kebbell) e outros se encontravam para planejar os ataques simultâneos. Herói da Guerra Civil e advogado recém fomado, Frederick Aiken (James McAvoy) decide defender a muilher diante do tribunal militar e ao decorrer do julgamento começa a perceber que sua cliente pode ser inocente das acusações, sendo usada somente para atrair o verdadeiro culpado, seu próprio filho.

Paralelo 10

O documentário retrata o trabalho realizado em uma pequena base da FUNAI no oeste do Acre pelo sertanista José Carlos Meirelles, que leva adiante a missão de proteger os índios isolados da região, contando com o auxílio do antropólogo Terri Aquino.

Amor e dor

O filme é dirigido por Lou Ye. Hua, estudante chinesa recém-chegada a Paris, conhece o jovem trabalhador Matthew, e se apaixona. Com a desestabilização da relação, a jovem decide voltar para China, mas acaba percebendo a importância do rapaz em sua vida. Com Corinne Yam, Tahar Rahim, Jalil Lespert.

 

Cinema ao ar livre: Vivo Open Air

Do dia 17 de abril ao dia 6 de maio rola no Jockey Clube de Sp o evento Vivo Open Air. O evento conta com um cinema ao ar livre, com tela para 1.800 pessoas assistirem diferentes filmes a cada dia, desde clássicos como “O poderoso Chefão”, até novidades como “Sete dias com Marylin” e “Carnage”.

Após cada sessão ainda rola uma festa ou um show ao vivo, por exemplo, no dia 19 de abril tem show do Moraes Moreira e no dia 28 a Festa Talco Bells.

Para ver a programação completa clique aqui.

O valor do ingresso é R$ 40, lembrando que estudantes e idosos pagam meia e clientes da Vivo têm 20% de desconto na compra de dois ingressos. Os ingressos estão a venda aqui.

Tata

Filme: Um método perigoso

Finalzinho de domingo, fomos ao cinema assistir “Um método perigoso”, filme de David Cronemberg, inspirado na peça “The talking cure”. A história é sobre uma parceria, seguida de rompimento, entre os pais da psicanálise Jung e Freud. Entre os dois surge Sabrina Spielrein, paciente do Dr. Jung, que em seguida inicia seus estudos na faculdade de medicina e vem se tornar uma psicanalista de renome.

Uma história sobre a ciência da mente, mesmo para quem não estuda ou acompanha de perto, é sempre um tema muito atraente. Porém, saí do filme com a mesma sensação que saí do “A dama de Ferro”: só isso??

São histórias que geraram tanto assunto, há tanto para se falar sobre o tema que o filme acaba ficando um pouco perdido, diria até raso. Uma sensação de que poderia ter se aprofundado mais, explorado mais o conteúdo.

Li uma crítica aqui que expressa exatamente esse sentimento quando diz que os personagens mudam de idéia, mudam de rumo de repente e o filme não se empenha em explicar isso. Por exemplo, quando Sabrina, logo no começo do filme, está tendo uma crise histérica e minutos depois já confessa à Jung que quer ser estudante de medicina.

Ainda assim, o filme, apesar de bem parado, tem alguns diálogos bem interessantes e mostra um Dr. Jung diferente e um pouco menos ético do que eu esperava.

Tata