Os Descendentes

Assistimos “Os descendentes” ontem, do cineasta Alexander Payne, o mesmo dos ótimos “Paris, eu te amo”, “Sideways” e “As confissões de Schmidt”.

O filme se passa no Havaí, Matt King (George Clooney) é um marido ausente e pai de duas meninas, que é forçado a rever seu passado e mudar muita coisa depois que sua esposa sofre um acidente de barco. Com a esposa em coma e duas filhas para criar, ele descobre que a mulher estava prestes a pedir o divórcio.

O desenrolar da história é inteligente, sem clichês, situações engraçadas e ao invés de um grande momento unindo a família, a reaproximação acontece em vários momentos diferentes. O filme é bom, o George Clooney continua lindo, mas não sei se merecedor de um oscar de melhor filme (estava concorrendo com “O artista” e “Árvore da vida”).

Adorei quando ele diz: “Você dá aos seus filhos dinheiro suficiente para fazer algo, mas não o suficiente para fazer nada.”

2 thoughts on “Os Descendentes

  1. Eu assisti esse filme no cinema. Não sei se fui com muita expectativa pois na época estava muito bem cotado e se não me engando tinha ganhado até um globo de ouro, mas não gostei do filme, não achei que o Batman estava muito bem no filme. Sei lá, só não gostei.

    • hahahah é engraçado bruno, eu achava que era um filme super pesado…. achei gostoso de assistir, tem umas cenas engraçadinhas… mas realmente, nao achei merecedor de globo de ouro..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s