Viagens Low Cost pela Europa

Mais um do nosso correspondente internacional rs.. Ta super completo, adorei!

Bonjour!

Como um bom brasileiro, estudante e de orçamento apertado, minhas viagens por aqui são nos “esquemas” low cost, e acreditem a Europa é um ótimo lugar para viajar (isso é claro), mas sobretudo bem barato! Então para os mochileiros, estudantes, viajantes ou desbravadores, fiquem atentos às dicas e oportunidades.

Quando viajar: Eu sei que nem todo mundo tem essa comodidade de escolha, mas se tiver, recomendo as viagens na Primavera (Março-Maio) ou no final do Verão (Setembro-Outubro), pois aqui se faz muito frio e no inverno alguns passeios fecham, e no pleno verão as coisas estarão BEM lotadas, além do risco de pegar alguns lugares fechados por causa das férias (Julho ou Agosto).

Trajetos: Primeiro planeje-se com antecedência, os maiores descontos estão na antecedência das compras e os horários extremos (Peguei um voo Paris-Viena ás 7h30, se eu tivesse que seguir a cartilha deveria ter chego 5h30 no aeroporto!), empresas de voo como Rynair e Easyjet voam para quase todos os países europeus, além disso, cada país possui sua companhia aérea low cost como a Vueling na Espanha ou a Niki na Austria/Alemanha. Os trens são sempre ótimas opções, mas recomendo apenas trajetos curtos, infelizmente os trens rápidos são raros no sul da Europa (Portugal, Espanha, Itália…), além disso, trajetos longos além de demorados ficam mais caros pela troca de trens. Mas os trens possuem preços acessíveis quando comprados com antecedência, e a melhor de todas as comodidades dos trens, os horários: não há check-in, mala despachada ou qualquer burocracia do tipo, com o bilhete na mão é montar no trem e partir! Além disso, os trens são ótimos por saírem e chegarem sempre nos centros das cidades, o que te economiza tempo e dinheiro com os quase sempre longos e caros trajetos aeroporto-centro. A Europa é pequena, mas nem tanto, já fiz um trajeto Berlim-Praga de ônibus, muito barato, mas cansativo, essa me custou 6h de vida. Mas se topa ir de ônibus, vá! São BEM baratos!

Sites de transportes: www.momondo.com e www.skyscanner.com

Hospedagem: As grandes capitais europeias possuem uma rede bem desenvolvida de hotéis, albergues, bed & breakfast ou qualquer coisa que valha. As comodidades são quase sempre de boa qualidade com um preço acessível. Atente-se aos preços dos hotéis no leste europeu, eles tendem a ser bem baratos e de quebra uma exclusividade de banheiro e quarto, um luxo para os viajantes low-cost! Recomenda-se sempre uma antecedência, existem sites que cobram uma taxa de 10% para reserva, o que já lhe dá uma segurança de hospedagem.

Sites de hospedagem: www.booking.com e www.hostelworld.com

Passeando: Os passeios e museus são quase todos pagos pela Europa toda, há poucas exceções como o British Museum em Londres que é completamente free, mas de qualquer forma informe-se antes se aceitam carteira internacional de estudantes, entrada para jovens (< 25 muitas vezes) ou dias que são gratuitos (mas geralmente bem concorridos). Quase todas as cidades possuem um “city pass”, é um passe para diversos passeios que se compra tudo de uma vez, isso lhe dará um belo desconto!

Altamente recomendado os “free tours” ou “walk tours” pela cidade, são tours guiados de curta duração (2-3h) geralmente pelo centro histórico das cidades, nele os guias contam a história da cidade, monumentos, museus, história do país, língua, cultura, restaurantes, bares e etc. Informe-se nos hotéis ou albergues, muitas vezes os mapas das cidades possuem a propaganda desses tours, e o melhor, são gratuitos! Na verdade eles trabalham por tips (gorjetas), portanto dê o quanto você acha que valeu!

Segurança: Uma dica muito importante, a Europa é um continente muito seguro, baixas taxas de violência e roubos, porém sempre temos espertinhos golpistas ou pick-pockets, mas como diz o ditado: “cão que foi mordido por cobra, tem medo de linguiça”, ou seja, nós como bons brasileiros e conhecedores da violência do dia-a-dia somos mais vigilantes por natureza (infelizmente), mas sempre é bom avisar!

Vistos e Entradas: Nós brasileiros possuímos visto de turista para QUASE todos os países europeus, portanto informe-se antes a necessidade de visto de entrada, caso contrário, apenas o passaporte em dia é o bastante. Mas para uma boa entrada sem sustos: Leve dinheiro suficiente (dizem que 500 euros/dólares por mês) compre pelo menos a passagem de ida e volta para o Brasil e leve-a como comprovante que você tem dia certo para a volta, comprovante de hospedagem também é uma boa, caso vá ficar em casa de amigos, procure se informar se há algum tipo de carta-convite, um seguro saúde também é necessário, os seguros são baratos e segundo informações consulares são imprescindíveis para a entrada na Europa, as empresas de cartão de crédito, dependendo do nível do cliente, possui esse serviço de seguro gratuito.

De resto, Bon Voyage!

P.S: A foto é de um filme, que não é dos meu preferidos, mas conta um pouco das viagens pela Europa! Um besteirolzinho que vale a diversão!

Filipe

2 thoughts on “Viagens Low Cost pela Europa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s