Volta por cima!

Conheci o blog “Eu lia tu lias” essa semana e fiquei horas lendo, a autora Lia Bocks manda super bem nos textos, me encontrei e encontrei váaaarias amigas neles, recomendo a leitura!

Aliás, eu descobri o blog através da Revista TPM (Trip Para Mulheres) que é a minha preferida das femininas! Nada de matérias do tipo: “Conquiste seu homem em 15 passos” ou “Ouse na cama e surpreenda o gato” rsrs… !

Enfim, tudo isso para falar que eu li esse texto abaixo no blog e resolvi compartilhar, ás vezes nós achamos que é o fim do mundo, o desespero bate, ficamos sem esperanças e de repente, quando menos se espera, passou! A dor ficou pequena, distante e a música volta a tocar..

Sempre há aqueles dias em que a garganta não consegue dizer, a cabeça não consegue pensar e o coração não consegue discernir. Todos eles apenas choram, até os dedos dos pés choram, encolhidos e sobrepostos, como esmalte descascado.

Tudo se debulha em soluços e lágrimas enquanto o rímel repousa inútil na pia do banheiro e aquela blusa nova sexy não consegue sair da gaveta. Nenhuma palavra parece reconfortante. E nessa hora… chove, você bate o carro, perde a carteira, cortam a net e seu cabeleireiro está, certamente, de férias. Bom, ainda bem que pelo menos não é Carnaval.

Chorou com os dois braços apoiados na direção do carro? Teve que sentar no chão do box porque o peso das lágrimas foi forte demais? Secou os olhos com o papel toalha áspero do trabalho?  Teve que virar o travesseiro para não se afogar? Ouviu da sua melhor amiga “qualquer coisa me liga, estou aqui”? Querida,  seja bem-vinda, você está no fundo do poço! E o poço sempre tem um nome, claro! Por causa do fucking Facebook, ele tem um status de relacionamento, mil amigos,  fotos em profusão e um sorrisinho matador no rosto. Maldita inclusão digital.

Nessa hora, fofa, esqueça a etiqueta e as boas maneiras. Amordace a madame Poças Leitão que há em você. Esqueça o lindo discurso de boas energias e, principalmente: esqueça que tudo que vai volta e amaldiçoe! Envie todo seu ódio e seus maus agouros, grite, cuspa, deixe entrar e sair a Pombagira. Do fundo do poço, gata, você não passa! É bem provável que depois disso você ainda continue deixando cair uma ou outra lagriminha, mas o resto da música vai começar a soar em seus ouvidos: “dar a volta por cima que eu dei, quero ver quem dava!”.

Bom domingo!!

Beijos Tata!

One thought on “Volta por cima!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s